No dia 27 de agosto de 2020, após 238 dias em greve de fome, a advogada Ebru Timtik morreu às mãos do regime turco.

A sua luta pela Justiça e pelo Direitos Humanos não está esquecida.

Confira o mais recente comunicado da ELDH – Associação Europeia de Juristas pela Democracia e pelos Direitos Humanos (versão original e versão portuguesa).